São Bento

História

Segundo a tradição, João Álvares (Alves) Pinheiro ? mais tarde conhecido por João Cauaçu, proveniente da então vila de Santo Antônio de Alcântara, mas natural da província de Trás-os-Montes, da freguesia de Manfort, bispado de Miranda ? e seguido por outros, os primeiros povoadores do território onde hoje se encrava o município de São Bento. Essas plagas ficaram conhecidas inicialmente como São Bento dos Peris, em virtude da grande quantidade de junco (peri) existente nos campos que circunvizinham a região. Por corruptela vocabular, o nome peris cedeu a perises (ou perizes), e o importante historiador oitocentista, César Marques, autor do Clássico Dicionário histórico-geográfico da província do Maranhão, publicado pela primeira vez em 1870, já punha a situação a descoberto, e deixou registrado: “São Bento dos Perises, assim chamam todos, porém rigorosamente devia ser dos Peris, porque a palavra, que na língua tupi significa junco do campo é Peri, e não peris”.

Segundo César Marques, o lançamento da primeira pedra que marca o início da construção da igreja católica matriz deu-se dez anos depois à criação da freguesia, em 5 de outubro de 1815. Edificação essa, que, para ser concretizada, foi marcada por marchas e contramarchas.

Da penetração aludida, comandada pioneiramente por Cauaçu, resultou o povoamento da área. Seus primeiros desbravadores foram fixando residência, edificando casas de moradia, formatando fazendas de gado vacum e se dedicando também a rudimentares plantações nos arredores. De esse juntar pioneiro de pessoas, nasceu um arraial.

Devido ao crescimento da população, o arraial se transformou numa freguesia, criada pela Provisão Régia de 7 de novembro de 1805. São Bento, depois de freguesia, elevou-se à categoria de vila, isto através da Resolução do Conselho Geral da Província, de 19 de abril de 1833. No documento de 1833, está registrado no art. 3.º: ”Fica erecta em Villa a povoação de São Bento dos Perizes de Alcântara comprehendendo no seu Termo as Freguesias de São Bento e São Vicente de Ferrer” ( Livro de Atas do Conselho da Província nº 1339, 1832-1856, p.43). Foi confirmada com esse status jurídico pela Lei nº 7, de 29 de abril de 1835. Nesse diploma legal, está exarado no art. 10: “Fica confirmada a creação das Villas de S. Bento, Mearim, Rozário, Iguará, S. José, Urubú, e Riachão”. No período republicano, ainda no seu início, foram criados, isto em 1893, os distritos de Macapá e Palmeira, ambos no território do município de São Bento. A vila de São Bento foi elevada à categoria de cidade, como o mesmo nome, pela Lei estadual nº 361, de 30 de março de 1905.

De acordo com a publicação da Diretoria do Serviço de Estatística, editada em 1913, do Ministério da Agricultura, Indústria e Comércio, intitulada Divisão Administrativa em 1911 da República dos Estados Unidos do Brazil, o município de São Bento era constituído por quatro distritos, quais sejam : “São Bento dos Perizes” (sic), Palmeira, Macapá e Bellas Águas. Pela Lei nº 850, de 31 de março de 1919, o distrito de Macapá foi desmembrado de São Bento, elevando-se à categoria de município. Pelo Decreto nº. 75, de 22 de abril de 1931, o município de São Bento reincorporou o extinto município de Macapá. Por meio do Decreto nº 539, de 16 dezembro de 1933, incorporou-se, ao município de São Bento, o extinto município de Cajapió. Consoante a obra Divisão Administrativa do Brasil em 1º de janeiro de 1933: Índice alphabetico dos municípios e districtos existentes em 1º de janeiro de 1933, publicada neste mesmo ano, pelo Departamento Nacional de Estatística do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio, o município de “São Bento dos Perizes” (sic) se compunha apenas do distrito-sede. Pelo decreto nº 855, de 19 de junho de 1935, desmembrou-se do município de São Bento, o distrito de Cajapió, adquirindo este sua autonomia política.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São Bento dos Perizes, pela Provisão Régia de 07-11-1805.

Elevado à categoria de vila com a denominação de São Bento dos Perizes, pela Resolução de 19-04-1833, confirmado pela Lei Provincial n.º 7, de 29-04-1835. Sede na atual vila de São Bento dos Perizes.Instalado 09-08-1833.

Pela Lei Municipal n.º 2, de 09-05-1893, foram criados os distritos Macapá e Palmeiras anexados do município de São Bento dos Perizes.

Elevado à condição de cidade com a denominação de São Bento dos Perizes, pela Lei Estadual n.º 361, de 30-03-1905.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 4 distritos: São Bento dos Perizes, Palmeira, Macapá e Bellas Águas.

Pela Lei n.º 850, de 31-03-1919, desmembra do município de São Bento dos Perizes o distrito de Macapá. Elevado à categoria de município.

Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o município é constituído de 2 distritos: São Bento dos Perizes e Palmeira.

Pelo Decreto n.º 75, de 22-04-1931, o município de São Bento dos Perizes, incorporou o extinto município de Macapá.

Pelo Decreto n.º 539, de 16-12-1933, o município de São Bento dos Perizes incorporou extinto município de Cajapió.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 4 distritos: São Bento das Perizes, Cajapió, Macapá e Palmeira.

Pelo Decreto n.º 855, de 19-06-1935, desmembra do município de São Bento dos Perizes os distritos de Cajapió e Macapá, elevando-os novamente à categoria de município.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município se denomina de São Bento dos Peris é constituído do distrito sede. Não figurando o distrito de Palmeira.

Pelo Decreto-lei Estadual n.º 45, de 29-03-1938, o município de São Bento dos Peris passou a denominar-se simplesmente São Bento.

Por ato disposições constitucionais transitórias do estado, promulgado a 28-07-1947, é criado o distrito São Bento Bacurituba, com terras desmembradas do distrito sede do município Cajapió e anexado ao município de São Bento.

Pela Lei Estadual n.º 269, de 31-12-1948, o distrito de São Bento de Bacurituba é transferido do município de São Bento para o de Cajapió com a denominação Bacurituba.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: Texto enviado pela Prefeitura Municipal de São Bento ao IBGE - Unidade Estadual do Maranhão, em 30 março de 2012.






Inadimplências do PME

Fonte: PME, 2015-2025

Contatos:


Secretário(a):
Endereço: Prefeitura: Praça da Matriz, 185, 65235-000
Fone:

Dados estatísticos de São Bento:


Dados Socioeconômicos e Demográficos

1 - População Estimada (2017): 46.039
2 - População do Último Censo (2010): 40.736
3 - Densidade Demográfica (2010): 88,74
4 - PIB per capita (2014): 4.818,40
5 - Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - IDHM (2010): 0,600
6 - Taxa de mortalidade infantil (2014): 16,64
Fonte: IBGE Cidades

Dados da Educação

1- IDEB - Anos iniciais do ensino fundamental (2015): 4,5
2 - IDEB - Anos finais do ensino fundamental (2015): 3,4
3 - Matrículas - Ensino fundamental (2015): 6.589
Fonte: IBGE Cidades

Saiba mais sobre a educação de São Bento


Indicadores da Meta do Plano Municipal de Educação:



Percentual da população de 4 a 5 anos que frequenta a escola/creche
(2014)
Município MA Brasil
87.60% 87.20% 81.40%

Fonte: Estado, Região e Brasil - IBGE/PNAD 2013; Município e Mesorregião - IBGE/Censo Populacional 2010


Percentual de pessoas de 6 a 14 anos que frequentam ou que já concluíram o ensino fundamental
(2014)
Município MA Brasil
95.70% 98.40% 98.40%

Fonte: Estado, Região e Brasil - IBGE/PNAD 2013; Município e Mesorregião - IBGE/Censo Populacional 2010


Percentual da população de 4 a 17 anos de idade com deficiência que frequenta a escola
(2014)
Município MA Brasil
74.20% 85.00% 85.80%

Fonte: IBGE/Censo Populacional 2010


Percentual de alunos da educação básica pública em tempo integral
(2014)
Município MA Brasil
46.10% 10.60% 13.50%

Fonte: Estado, Região e Brasil - IBGE/PNAD 2013; Município e Mesorregião - IBGE/Censo Populacional 2010


Proporção de docências com professores que possuem formação superior compatível com a área de conhecimento em que lecionam na educação básica
(2014)
Município MA Brasil
8.30% 25.20% 50.60%

Fonte: Estado, Região e Brasil - Censo da Educação Básica - 2013/ Município e Mesorregião - Censo da Educação Básica - 2014



Quero falar algo sobre São Bento:

Tema de meu contato:





Projetos do MPMA que São Bento participa:

  • Educação de Qualidade


  • Termos de Ajustamento de Conduta/ Compromissos ou Ações Civis Públicas que envolvem São Bento:

  • Recomendação - Suspensão de quaisquer pagamentos advindos do Contrato de prestação de serviços advocatícios firmados com escritório JOÃO AZEDO E BRASILEIRO SOCIEDADE DE ADVOGADOS.
  • São Bento
    Confira neste site:
    • Sobre o MPEMA
    • Sobre a EFG
    • Programas/Projetos do MPE
    • Acessar SOMA
    • Municípios

    Copyright © EFG | 2017 | Todos os direitos reservados